Avassalador, Real goleia e se aproxima do título

Por Mayza França

Foto: Ascom Real F. C.

Garantidos na Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018, Real e Cruzeiro-DF querem sacramentar a temporada com o título. A equipe celeste joga por dois resultados iguais, mas quem saiu na frente foi o Leão do Planalto que goleou o Carcará do Cerrado pelo placar de 4×0 no último sábado (2), no estádio Serra do Lago, em Luziânia. Paulo Vitor, Rangel, Maycon e Victor marcaram os gols do Real.

Chuva de gols

As duas equipes mostraram suas propostas de jogo logo no início da partida. O Cruzeiro-DF tinha o domínio de bola, enquanto o Real jogava recuado e apostava no contra-ataque. Estratégia que deu certo. Assim, o time celeste chegou com perigo primeiro, após Ramon ser derrubado próximo à meia-lua. Vitor Hugo cobrou no canto esquerdo do goleiro Wender, mas a bola saiu caprichosamente pela linha de fundo.

Entretanto, com a sua proposta de jogo, o Real abriu o placar aos 16 minutos, quando Paulo Vitor recebeu na lateral esquerda e, de perna direita, chutou cruzado para o fundo do gol, Real 1×0 Cruzeiro.

O jogo se encaminhava para o fim do primeiro tempo quando a partida foi paralisada logo após começar  uma confusão na arquibancada. O motivo do equívoco teria sido porque um dos dirigentes do Real foi acusado de praticar palavras de ofensas racistas contra um dos torcedores ali presente.

Com os ânimos mais calmos a partida foi retomada com cinco minutos de acréscimo, tempo suficiente para o Real ampliar o marcador. Aos 51’, Rangel aproveitou o rebote do arqueiro Guilherme e marcou o segundo, Real 2×0 Cruzeiro. Desta forma, as duas equipes foram para o intervalo.

O Cruzeiro tinha mais 45 minutos e uma carta na manga para tentar uma reação. O camisa 10 Deryk era o dono das bolas paradas, pouco aproveitadas pelos jogadores celestes. Mas era mesmo dia de leão. Aos 10 minutos de bola rolando na etapa final, Victor avançou pela lateral direita e deu o passe para Maycon balançar as redes adversárias. Real 3×0 Cruzeiro.  Nove minutos depois, o Leão fez a jogada pelo lado esquerdo e Victor chutou de primeira, sem chances para o goleiro Guilherme. Real 4×0 Cruzeiro.

O Real seguiu no ritmo e teve chances de marcar o quinto, mas assim ficou estabelecida a primeira partida da final dos juniores. O Cruzeiro terá 90 minutos para emplacar quatro gols ou mais para ficar com a taça no próximo fim de semana.

No fim do jogo, o técnico do Cruzeiro, Pedro Granato, disse que o time jogou muito bem apesar do resultado, ” Nós jogamos hoje melhor que contra o Formosa, mas fomos infelizes na hora de matar o jogo. Mas lá na nossa casa somos muito mais fortes”.

Do outro lado, muita alegria e pés no chão, “Estamos com a vantagem, mas não tem nada resolvido ainda”, afirmou o atacante do real, Rangel.

As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo sábado (9), às 10h30 no estádio Ninho do Carcará, na região Administrativa do Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA

REAL 4 x 0 CRUZEIRO-DF

DATA: 02/09/2017 (sábado)

ESTÁDIO: Serra do Lago, Luziânia-GO

ARBITRAGEM: Maricleber Góes, Renato Gomes (A1), Mizael Quintino (A2) e Felipe Barbosa (4º árbitro).

REAL: Wender (Matheus); Higor (Pedro Henrique), Luan, Muriel e Paulo Vitor (Maxsuel); Wendel Moreira, Cauan, Filipe e Maycon (Chapecó) (Diogo); Rangel e Victor. Técnico: Evilásio de Almeida.

CARTÕES AMARELOS: Higor, Wendel Moreira, Victor e Pedro Henrique.

CARTÕES VERMELHOS: não houveram.

GOLS: Paulo Vitor (16’ – 1º T), Rangel (51’ – 1º T), Maycon (11’ – 2º T) e Victor (21’ – 2º T).

CRUZEIRO-DF: Guilherme; Paulo Roberto (João Augusto), David Douglas, Eduardo Sales e Mychel; Vítor Hugo (Thiago Phillype), Thiago, Deryk (César) e Ramon (Wanderson); Jeovane (Ítalo Sávio) e Caio César. Técnico: Pedro Granato.

CARTÕES AMARELOS: Eduardo Sales e César.

CARTÕES VERMELHOS: não houveram.

GOLS: não houveram

Os comentários estão encerrados.