Brasiliense empata com Oeste e deixa a Copa do Brasil

Foto: Lucas Bolzan/DF Sports

Em um Mané Garrincha com baixo público, o Brasiliense recebeu o Oeste-SP na noite desta terça-feira (6) pela Primeira Fase da Copa do Brasil 2018. Necessitando da vitória, de acordo com o regulamento da competição (nas duas primeiras fases o mandante tem que triunfar), o Jacaré apenas empatou por 1 x 01 e deixou de avançou para enfrentar o Figueirense-SC, na sequência do certame.

Aos 12 minutos de jogo a equipe do Oeste-SP chegou pela primeira vez no ataque. Mas, depois de um chute muito bem feito pelo atacante Wallace Bonilha, que iria direto no ângulo, o goleiro do Jacaré, Edmar Sucuri, saltou para realizar ótima defesa. Embora o campo estivesse repleto de jogadores experientes, a partida não teve mais emoção durante todo o primeiro tempo.

Antes do término dos 45 minutos iniciais, aos 36’, o Brasiliense chegou com perigo à meta de Willian Menezes duas vezes. Em uma delas, mesmo cabeceando com firmeza, a bola do volante Aldo passou raspando o travessão e saiu pela linha de fundo. Em seguida Patrick cruzou na cabeça de Nunes, que tirou do arqueiro para fazer Jacaré 1 x 0.

O time candango ainda chegara novamente aos 45 minutos. O meia Souza aproveitou o goleiro oponente adiantado e tentou cobrir de cabeça, de fora da área, mas a bola saiu pela última linha do campo. Daí o confronto foi para o intervalo sem alteração no placar.

No segundo tempo, a performance dos jogadores foi bem mais intensa. Com a necessidade de marcar pelo menos o gol do empate, o Oeste alterou a formação, do 4-4-2, para o 4-3-3. O time amarelo, por sua vez, trabalhou para não levar o gol. O que lhe levaria à Segunda Fase da Copa do Brasil 2018.

Com este panorama, foi o time comandado pelo técnico Rafael Toledo quem criou a primeira oportunidade do tempo complementar. Em bola alçada na área, Romarinho subiu mais que a defesa, mas cabeceou torto. Aos 17’, outra vez o Brasiliense no ataque. Da altura da meia-lua Souza tentou o chute de primeira, mas isolou o arremate.

Entretanto, aos 19 minutos, após a zaga amarela ceder escanteio, Raphael Luz aproveitou para igualar o marcador, em chute certeiro, sem chances para Edmar Sucuri. Deste momento em diante o embate ficou eletrizante, com ambos os times buscando fortalecer os sistemas defensivos, protagonizando alguns lances empolgantes. Mas o jogo terminou mesmo em 1 x 1, classificando o time paulista.

Agora o Brasiliense volta as atenções para o Campeonato Candango, onde encara o clássico contra o Gama, na próxima sexta-feira (9), às 20 horas, no mesmo Mané Garrincha.

FICHA TÉCNICA 

BRASILIENSE 1 x 1 OESTE-SP

Copa do Brasil 2018 – Primeira Fase

Estádio Nacional de Brasília – Mané Garrincha, 04/02/2018, 17h

Público: não divulgado.

Renda: não divulgado.

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo/RJ

A1: Luiz Cláudio Regazone/RJ

A2: Gabriel Conti Viana/RJ

4º árbitro: Luiz Paulo Aniceto/DF

Analista de campo: Rodrigo Paulino/DF

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Patrick, Wallace, Badhiuga, e Mário Henrique; Aldo (Bruno Mota), Radamés e Souza; Romarinho (Elcarlos), Peninha (Filipe Cirne) e Nunes.

Técnico: Rafael Toledo.

Gol: Nunes (42’ – 1º T).

Cartões amarelos: Peninha e Nunes.

Cartão vermelho: não houve.

OESTE-SP

Willian Menezes; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e Willian Cordeiro (Raphael Luz); Lídio, Betinho e Mazinho; Wallace Bonilha (Nicolas Careca), Henrique (Marion) e Bruno Lopes.

 Técnico: Roberto Cavalo.

Gols: Raphael Luz (19’ – 2º T).

Cartões amarelos: Daniel Borges, Bruno Lopes e Willian Menezes.

Cartão vermelho: não houve.

Por Haland Guilarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *