Candangos iniciam a Superliga B com revés

Foto: Guilherme Zilse/DF Sports

O time da UPIS fez sua estreia na Superliga B masculina na tarde deste sábado (20), no ginásio da AABB, contra o Vôlei Ribeirão Preto-SP. Embora os jogadores do Distrito Federal tenham se esforçado em quadra, o time candango estreou na competição perdendo em casa por 3 sets a 0, com parciais de 25×21 25×13 25×21.

O jogo

O primeiro set teve ligeiro equilíbrio entre as equipes (4×4 7×7 12×12) durante boa parte. O poderio de ataque era eficiente de ambos os lados. Mas, após dois erros seguidos cometidos pelo time da capital, os visitantes passaram à frente (14×16). Daí o Ribeirão Preto se manteve firme e fechou o set em 25×21, com 27 minutos de jogo.

O segundo Set foi avassalador contra a UPIS. O time cometeu muitos erros de ataque e defesa, o que permitiu, logo aos 7 minutos do set, o placar de 9×2 para os paulistas. Assim no decorrer da partida a vantagem ficou ainda maior (15×5 23×13), terminando a parcial em 25×13.

Com a necessidade de reação, o time candango entrou no terceiro set focada e, assim, os bloqueios foram encaixando. Logo no início do período abriu 4×2 e se manteve vencendo até 16×13. Porém, com a experiência do levantador Jotinha, a equipe de Ribeirão Preto conseguiu reagir (17×16) e assumiu a liderança por 21×19, concluindo o set por 25×21.

O técnico Flávio declarou que o objetivo da equipe é conquistar a vaga para a Superliga A, mas o caminho é árduo. “A gente já esperava dificuldade, mas acho que o jogo foi muito bom, tirando o segundo set. Com um pouco mais de paciência, como no primeiro set, a gente teria saído melhor nessa partida.” avaliou.

A próxima partida da UPIS pela Superliga Masculina B será no próximo dia 27, contra o Uberlândia/Gabarito/Start/Química. O duelo está marcado para às 18 horas, no ginásio Sabiazinho, em Uberlândia-MG.

Confira os titulares da UPIS que entraram contra o Vôlei Ribeirão Preto-SP: Léo Rocha, Mateus, Jerson Júnior, Enoch Eli, Dário, Symon e M. Martins. Também entraram em quadra: Marcus, Thiago, Timbó, Lucão e F. Bastos.

Por Nadine Oliver

Os comentários estão encerrados.