Leão aproveita falhas e volta de MG com a vitória

Foto: Lucas Bolzan/DF Sports

A quinta rodada do Candangão 2018 foi encerrada na tarde deste sábado (10), a mais de 200 quilômetros da capital federal. No primeiro dia oficial do Carnaval, Paracatu e Sobradinho duelaram no estádio Frei Norberto e os visitantes acabaram vencedores por 2 x 1, em dois lances de vacilo dos mandantes. Com o resultado, o Leão da Serra aumentou a vantagem na ponta da tabela.

Atuação cirúrgica do time da Cidade Serrana

Com o apoio maciço que vinha das arquibancadas, o Paracatu não perdeu tempo e partiu para cima do Sobradinho. Deste modo, logo aos dois minutos de bola rolando, Anderson Oliveira cobrou falta da altura da meia-lua e assustou o goleiro Léo, que saltou para praticar boa defesa.

Aos oito minutos Serginho, do Paracatu, invadiu a área e, quando iria arrematar, foi calçado por trás e caiu. O árbitro Wales Martins, convicto, marcou a penalidade. Para variar, Paulo Renê foi para a cobrança e abriu o placar, marcando seu quinto gol no Candangão de 2018, isolando-se ainda mais artilharia da competição.

Com a alta temperatura que assolava a cidade do interior mineiro, o árbitro da partida parou para o tempo técnico aos 20 minutos. Os jogadores foram para as instruções dos treinadores e hidratação, em um confronto em que os donos da casa haviam mantido a maior posse de bola, até aquele instante.

Antes de terminar o primeiro tempo, aos 44 minutos, em um lance de imensa infelicidade do goleiro Pedro, do time da casa, os visitantes empataram. Geovane experimentou o chute de muito longe e o arqueiro paracatuense deixou passar a bola que, aparentemente, estava fácil de ser defendida, 1 x 1 e fim de etapa inicial. Mas antes o jogador Alex levou cartão amarelo no banco de reservas, durante a comemoração.

Os torcedores do Sobradinho viajaram para ver o time vencer mais uma no Candangão. Foto: Lucas Bolzan/DF Sports

Os treinadores mandaram seus times a campo como começaram para o segundo tempo. Assim, aos sete minutos, Anderson Oliveira, do Paracatu, tentou driblar no meio de campo, mas Dionatan “bateu sua carteira”, avançou e deixou Michel Platini livre para virar o marcador, Sobradinho 2 x 1. Com o gol anotado, o atacante sobradinhense encostou na artilharia do certame, com quatro em sua conta, um a menos que Paulo Renê.

Daí em diante a comissão técnica do Sobradinho “fechou a casinha” e não deu mais chances para a equipe do treinador Gauchinho se infiltrar com possibilidade de igualar o marcador, terminando, assim, com o triunfo e a liderança ainda mais isolada da competição, com 13 pontos acumulados na tabela.

“Eu tenho 25 anos de futebol e poucas vezes eu vi o que aconteceu aqui hoje, Nós demos a vitória para o Sobradinho, por displicência, falta de compromisso, espírito de grupo…”, esbravejou o técnico Gauchinho, na saída de campo no estádio Frei Norberto.

Já pelo lado do Leão da Serra, só alegria. Para o goleador da equipe, Michel Platini, o trabalho vem sendo recompensado. “O nosso segredo são os jogadores de qualidade que temos e a força para nunca desistir. Nos desgastamos no jogo, mas estamos de parabéns e temos muito a evoluir”, concluiu.

Na sexta rodada o Paracatu vai até a cidade goiana de Formosa, enfrentar o time da casa, no estádio Diogão, às 17 horas, dia 13 próximo (terça-feira). Enquanto isso o Sobradinho volta para casa, onde recebe o Real F. C. no Augustinho Lima, na quinta-feira (15), às 16 horas.

FICHA TÉCNICA 

PARACATU 1 x 2 SOBRADINHO

Campeonato Candango 2018 – 5ª rodada

Estádio Frei Norberto, 10/02/2018, 17h

Público: 491  

Renda: R$ 4.565,00

Árbitro: Wales Martins

A1: Renato Gomes

A2: Mizael Quintino

4º árbitro: Felipe Barbosa

Inspetor: Raimundo Lopo

PARACATU

Pedro; Victor Melo (Flávio Mineiro), Breno, Humberto e Myller; Alisson Guirra, Caio Cabecinha, Marquinhos e Anderson Oliveira (Zé Wilson); Serginho e Paulo Renê (Gregory).

Técnico: Gauchinho.

Gol: Paulo Renê (8’ – 1º T).

Cartões amarelos: Humberto.

Cartão vermelho: não houve.

SOBRADINHO

Léo; Luan (Lucas Bocão), Igor, Rambo e Dionatan; Baiano, Geovane (Paulo Henrique) e Lucas Dias; Everton, Mirandinha (Maranhão) e Michel Platini.

Técnico: Vítor Santana.

Gols: Geovane (44’ – 1º T) e Michel Platini (8’ – 2º T).

Cartões amarelos: Lucas Dias, Mirandinha, Alex e Luan.

Cartão vermelho: não houve.

Por Haland Guilarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *