Ricardo Antônio quer repetir sucesso

Foto: Divulgação

Na noite desta segunda-feira (22), uma notícia surpreendeu toda a torcida gamense, que foi a saída precoce do treinador Carlos Alberto Dias da equipe do Gama. A decisão ganhou força após o fim da primeira rodada, quando o time alviverde perdeu em casa para o Bolamense por 2 a 1, em pleno Bezerrão. Porém, em ação rápida, a diretoria alviverde correu atrás do substituto e anunciou, nesta terça-feira (23), Ricardo Antônio, treinador já conhecido do torcedor no Distrito Federal, que deu o bicampeonato candango ao Luziânia em 2014 e 2016.

Sem clube desde o segundo semestre do ano passado, quando assegurou o acesso e o vice-campeonato da segunda divisão local pelo Samambaia, Ricardo Antônio estava em Minas Gerais, onde reside. Agora, voltando ao DF, o novo comandante, se sente feliz em poder dirigir um clube de peso, igual o Gama.

“De certa forma, para mim, foi uma surpresa. O diretor (Vilson de Sá) me ligou, dizendo que já havia liberado o treinador que estava lá e perguntou se eu tinha interesse. Eu disse que sim, porque quem não quer dirigir um time igual o Gama, que é uma equipe tradicional, de camisa, forte e tudo isso é um prazer para mim. Aceitei. Sabemos que a torcida está um pouco impaciente, mas espero fazer um bom trabalho e colher os frutos que o Gama merece”, disse Ricardo com exclusividade à reportagem do DF Sports.

Já preocupado com o jogo do próximo domingo (28), diante do Formosa, no Diogão, o treinador afirma que já conhece alguns jogadores e espera transformar o clima do time. “Jogadores, inclusive, quatro trabalharam comigo no Samambaia, durante a segunda divisão, ano passado. Outros também trabalhei no Luziânia, alguns jogamos contra. O Robston, por exemplo, trabalhei com ele no Atlético-GO, em 2008, então temos conhecimentos dos atletas do elenco. Espero fazer do clube, um ambiente familiar”, ponderou o comandante.

Buscando agilizar os compromissos pessoais em terras mineiras, a previsão é de que Ricardo Antônio se apresente na tarde desta quarta-feira (23), no Centro de Treinamento Ninho do Periquito. “Estava resolvendo problemas médicos aqui em Minas Gerais, que já estava em andamento, até porque acabei sendo pego de surpresa pela diretoria do Gama, mas vou agilizar o mais rápido possível, porque já temos jogo no final de semana”, finalizou.

Formosa e Gama, jogo que marca a estreia de Ricardo Antônio no comando alviverde, está marcado para o próximo domingo (28), às 17h, no Estádio Diogão, em Formosa.

Por Lucas Bolzan

1 Comentário

  1. Gustavo disse:

    O melhor treinador q tem , sucesso professor Ricardo.!