Mesmo com casa cheia, Brasil perde de virada para os Estados Unidos

junho 12, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

A Arena BRB Nilson Nelson recebeu um grande jogo neste sábado (11/6). Apesar da bonita festa da torcida, que lotou todas as dependências do ginásio, o Brasil foi superado pelos Estados Unidos, de virada, por 3 sets a 1, parciais 25/21, 25/27, 20/25 e 20/25. Mais uma vez o oposto Allan teve grande atuação. Foi a primeira derrota brasileira na Liga das Nações. Os norte-americanos, por sua vez, encerraram sua passagem em Brasília com 100% de aproveitamento (quatro jogos e quatro vitórias).

O jogo

Conforme o esperado, a partida começou bem equilibrada, com os dois times pontuando intercaladamente. O Brasil conseguiu abrir dois pontos de diferença após um ace de Rodriguinho: 13 a 11. Com um saque forçado, dificultando o passe norte-americano, a Seleção abriu 18 a 14, depois de um belo ponto de bloqueio. Após inversão 5×1 efetuada por Renan Dal Zotto, Cachopa e Franco, provenientes da alteração, fecharam o primeiro set para o Brasil: 25 a 21.

Central Flávio em ação — Divulgação/CBV

Em busca da reação, a Seleção Americana começou o segundo set com intensidade e até conseguiu abrir boa vantagem no placar. Os Estados Unidos seguiram à frente. Com o saque entrando, o Brasil conseguiu a igualdade no décimo sétimo ponto. Entretanto, os EUA mantiveram a diferença de um ponto para a equipe brasileira até o final do set. Mesmo fazendo um bom jogo, a Seleção canarinho não evitou a derrota por 27 a 25.

– Continua após a publicidade –

O terceiro set começou como o primeiro: bastante equilibrado, sem nenhuma das equipes se distanciando uma da outra. Em lance de desafio, o sétimo ponto brasileiro, em bloqueio de Allan, levantou a torcida presente no ginásio. Por falar em Allan, o oposto brasileiro manteve o alto rendimento alcançado dos últimos jogos, contudo, o time brasileiro teve uma queda brusca de rendimento no final do set, que resultou na virada norte-americana por 25 a 20.

Allan, maior pontuador do Brasil na Liga das Nações — Wander Roberto/CBV

Com a obrigação de forçar o quinto set, o Brasil voltou com algumas mudanças à quadra (Isac, Cachopa e Vaccari). Porém, o oposto Hanes, destaque americano no duelo, ajudou os visitantes a liderarem o marcador durante boa parte do período. A Seleção verde-amarela insistiu, entretanto, não conseguiu diminuir a vantagem imposta pelo time americano. Derrota no set por 25 a 20 e primeira derrota brasileira no torneio.

Leia mais sobre a Liga das NaçõesConheça as seleções que jogarão a Liga das Nações em BrasíliaPipe, china, inversão 5×1, bola de xeque: conheça as expressões do vôleiEm ritmo alucinante, Brasil vence Austrália em estreia na Liga das NaçõesBrasil supera a Eslovênia e vence a segunda na Liga das Nações

O que vem por aí

China e Eslovênia (18h) e Irã e Austrália fecham a rodada deste sábado. O Brasil encerra sua passagem em Brasília neste domingo (12/6). Às 10h, a Seleção fecha a primeira etapa da Liga das Nações contra a China.

– Publicidade –