Após falta de pagamentos, S.E. Gama comunica despejo a SAF Gama

junho 20, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

A Sociedade Esportiva do Gama (SEG) cansou de notificar e tentar o cumprimento das cláusulas contratuais com a Sociedade Anônima do Futebol do Gama (SAF Gama). Após 5 notificações extrajudiciais e tentativas de solução pacífica, a SEG decidiu, em assembleia, despejar das estruturas do CT Ninho do Periquito a SAF Gama.

A SAF tem até o dia 26 de junho para retirar tudo que lhe pertence do CT do Gama. Essa data limite já é de conhecimento dos funcionários da SAF no DF. Estes, inclusive, não estão recebendo os salários prometidos pelo grupo comandado por Leonardo Scheinkamn.

A medida atinge diretamente as categorias de base do Gama, sob gestão da SAF Gama. Sem os campos, vestiários e outras benesses do CT, as categorias Sub-20, Sub-17 e Sub-15 do clube podem ficar sem abrigo, tanto para preparação, quanto para jogos oficiais.

– Continua após a publicidade –

A decisão foi a solução encontrada após meses de tentativa de resolver os impasses – especialmente financeiros – com a SAF, que desde que assumiu o futebol alviverde não apresentou o prometido aporte milionário para elevar a qualidade do Gama.

Foto: Lucas Bolzan/Distrito do Esporte

Notificações extrajudiciais cobram até pagamento de conta de internet

A reportagem teve acesso a uma série de documentos expedidos pela SEG após a nova gestão, liderada por Wendel Lopes, assumir o clube. Assinam as notificações extrajudiciais Wendel Lopes, os dois vices-presidente, o presidente do Conselho Fiscal, Wesclei Quirino e o presidente do Conselho Deliberativo, Miguel Peres.

No dia 14 de abril de 2022 a SEG questionou os membros dos conselhos da SAF sobre a integralização do capital de R$ 10.080.000,00 referente aos 90% pertencentes à Green White Investments LLC na estrutura da SAF. Os outros 10% são da Sociedade Esportiva do Gama.

Na notificação extrajudicial a SEG afirma que “a SOCIEDADE ESPORTIVA DO GAMA é acionista minoritária e vem suportando diversos prejuízos materiais e imateriais devido à ausência de recursos financeiros da GAMA SAF no pagamento de seus credores, inclusive pela greve deflagrada pelos jogadores e funcionários do Departamento de Futebol devido ao atraso de pagamento de todos os funcionários contratados”.

O prazo para resposta à notificação era de 48h, mas não foi cumprido.

No dia 22 de abril de 2022 a SEG questionou um escritório de advocacia de Natal/RN que pagou duas faturas de energia elétrica, uma de R$ 2.655,72 e outra de R$ 5.403,07. A maior surpresa é que nem o escritório, nem o sócio da banca, possuem relação aparente com a SAF Gama.

Já em 19 de maio nova indagação da SEG aos membros da SAF. O motivo era quatro faturas de R$ 149,90 cada, de fevereiro a maio, de internet do CT com empresa de fibra ótica.

Por estar usando as estruturas do Ninho do Periquito, a SAF ficou responsável por arcar com contas de água, luz, internet, manutenção de campos, marcação dos mesmos, dentre outras despesas operacionais do dia a dia do Centro de Treinamento. Não há notícias de que as faturas foram pagas.

SAF não teria pago salários, não faz manutenção e não constitui advogado para ações trabalhistas

27 de maio a SEG voltou a notificar a SAF pedindo explicações sobre onde estava o gestor da SAF, Leonardo Scheinkamn, que há 54 dias não aparecia em Brasília ou, ao menos, nas instalações do Gama. Além disso, a SEG notificou pedindo explicações acerca da “ausência de registro na carteira de trabalho de todos os contratados, nenhum salário foi pago desde o dia 01/04/2022 e os funcionários ameaçam entrar em greve, o fornecimento de acesso à internet pode ser suspenso por falta de pagamento, a manutenção dos campos do CT está abandonada e com a utilização comprometida, todos os cheques utilizados para pagar os salários voltaram por insuficiência de fundos – mesmo que os recibos de salários tenham sido apresentados ao BRB, os jogadores diariamente entram em contato com representantes eleitos da SEG devido ao abandono do cargo pelo Diretor eleito, a SAF Gama está sendo revel em diversas ações na Justiça do Trabalho porque o Diretor eleito não constitui procurador e não apresentar preposto.”

A SEG termina a notificação cobrando, novamente, a apresentação da integralização do capital de R$ 10.080.000,00, bem como a quitação das dívidas, ressaltando que “Caso a NOTIFICADA não cumpra a solicitação no prazo estipulado, a NOTIFICANTE será obrigada a levar o fato às autoridade policiais e se resguarda ao direito de tomar as medidas judiciais cabíveis e encaminhará toda a documentação para o MINISTÉRIO PÚBLICO DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS promover a apuração nas esferas cíveis e criminais.”

Segundo apurou a reportagem nenhuma das dívidas foi quitada pela SAF até o momento, bem como não houve prova da integralização do capital milionário pela acionista majoritária, Green White Investments LLC, de controle de Leonardo Scheinkamn.

Foto: Lucas Bolzan/Distrito do Esporte

Ações judiciais e investigação do Ministério Público do Trabalho

Também pesou na decisão da SEG uma investigação do Ministério Público do Trabalho. Pela alta quantidade de reclamações trabalhistas na Justiça do DF, o MPT abriu procedimento interno para apurar a conduta do Gama.

Após a instauração da SAF, a SEG ficou responsável pela parte social do Gama, enquanto a SAF cuida de tudo envolvendo futebol.

O MPT procurou a SEG sobre as dívidas trabalhistas. A Sociedade Esportiva do Gama informou que não tem funcionários, que seu quadro diretivo é colaborativo e que os contratos dos funcionários, bem como a responsabilidade pelas contratações durante o Candangão, cabia à SAF, direcionando os procuradores do trabalho aos responsáveis pela SAF.

Em uma das ações judiciais o oficial de justiça avaliador da Justiça do Trabalho chegou a comparecer até à sala onde a SAF teria sede. Mas, chegando lá, verificou que “no local funciona a empresa OPEN COWORKING, um escritório de “coworking” e que presta serviços de endereço fiscal para empresas. No entanto, a Sra. XXXXXX declarou que GAMA SOCIEDADE ANONIMA DE FUTEBOL não está entre seus clientes.” O nome da funcionária foi suprimido por decisão editorial.

A reportagem verificou que vários acordos de jogadores tabulados com o clube não foram cumpridos. Ou seja, o Gama promete pagar, mas não paga.

– Publicidade –