Ação vence a primeira partida na Série D e complica o Ceilândia

junho 26, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

Em Várzea Grande, no Estádio Dito Souza, Ação e Ceilândia protagonizaram um duelo movimentado e com duas equipes em péssima sequência na Série D do Brasileirão. Melhor para o Ação, que mostrou eficiência nos contra-ataques e venceu a primeira partida oficial em 2022. Com a derrota por 2 a 1, o Gato Preto complicou-se de vez na briga por uma vaga no G4 do grupo A-5. Foi o sétimo jogo seguido do Alvinegro do DF sem vitória na temporada.

Mesmo fora de casa, o Gato Preto obteve o controle do jogo durante toda a primeira etapa. Contudo, o Ação chegou com perigo três vezes e em duas oportunidades marcou. Na etapa final, o Ceilândia diminuiu com Felipe Clemente, mas não conseguiram se impor ofensivamente. Mesmo com um homem a menos nos minutos finais, o Ação conseguiu sua primeira vitória na Série D e em 2022.

Pressão felina e vitória parcial do Ação

Foto: Ceilândia Torcedor

A primeira oportunidade do jogo foi dos donos da casa. Dener antecipou a marcação e finalizou com perigo, à direita de Kayser. O Ceilândia começou a ameaçar, principalmente, pelos lados do campo. Em uma investida dessas, Herilan salvou a bola em cima da linha. Aos 13, Geovane experimentou de fora da área, mas o chute não saiu como o esperado. No contra-golpe, veio o primeiro gol da partida.

– Continua após a publicidade –

Daniel recebeu o passe, esperou a bola pingar e acertou um lindo arremate, cheio de efeito, sem chances para o goleiro do Ceilândia. A partida seguiu movimentada e o empate não saiu dos pés de Filipinho, porque Herilan fez uma ótima intervenção, espalmando para a linha de fundo. Na jogada do tiro de canto, Medeiros perdeu uma ótima chance. Aos 23, após cobrança de lateral, Felipe Clemente (o estreante da tarde) apareceu livre na pequena área, mas cabeceou sem força, facilitando a defesa do arqueiro do Ação.

O Gato Preto seguia pressionando, contudo, pecava no último passe. E o ditado “quem não faz leva” se fez valer mais uma vez. Em contra-ataque rápido, Lorran invadiu a área, protegeu, rolou para o miolo e, Daniel apenas empurrou para às redes. Segundo gol do camisa 10, segundo gol do Tuiuiú. Aos 41, foi a vez de Ferrugem tentar e carimbar o travessão da meta do Ação. Aos 43, Falero cruzou e Pítio cabeceou por cima do gol. Melhor para os mandantes, que foram para o intervalo com a vantagem.

Leia também

Ex-Brasília Basquete, Jefferson Campos assume homossexualidadeFim de uma era? Bolamense terá mudança de nome e escudo para a SegundinhaVeja a classificação da décima rodada da Série D do Brasileirão 2022

Etapa final

Gol de Felipe Clemente – Foto: Ceilândia Torcedor

No primeiro lance de perigo da etapa complementar, Felipe Clemente mostrou estrela e oportunismo ao aproveitar a sobra da defesa e estufar às redes adversárias, diminuindo o placar para o Ceilândia. Em busca de um resultado melhor, o treinador Adelson de Almeida promoveu algumas alterações, deixando o Gato mais ofensivo. Oriundo do banco de reservas, Peninha arrematou de longe e assustou o goleiro Herilan.

O Ação, no que lhe concerne, se posicionou atrás da linha da bola e tentou deixar o jogo mais truncado. Depois de um longo período sem emoções, na marca dos 39 minutos,  Ramalho parou Mirandinha com falta, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Porém, o Ação ameaçou com 10 em campo. Matheus Alex recebeu o passe em velocidade e ficou de frente para o gol. Matheus Kayser cresceu, fechou o gol e impediu o terceiro do Tuiuiú Pantaneiro.

Na base do “chuveirinho” o Gato Preto esboçou reação, mas sem sucesso. O Ação esteve mais próximo do terceiro, do que o Alvinegro do empate. Final: 2 a 1 para o Ação. Foi a primeira vitória da equipe do Mato Grosso em 2022 (antes haviam sido 16 derrotas e três empates). Já o Ceilândia, estacionou nos 11 pontos e ficou mais distante da próxima fase da competição.

O que vem por aí

No próximo domingo (3/7), o Gato Preto jogará novamente no Mato Grosso, dessa vez, contra o Operário, às 12h. Também pela 12ª rodada do grupo A-5, no sábado (2/7), o Ação (sem chances de classificação para a próxima fase) visita o Brasiliense, às 15h30.

Ação 2 Herilan; Índio🟨, Digão, Arruda e Ramalho🟨🟨(🟥); Samuel🟨, Lorran e Luis Antônio (Daniel Taffarel); Daniel Mendes⚽⚽, Dener (Matheus Alex) e Val Paraíba🟨 Técnico: Eduardo Henrique

Ceilândia 1 Matheus Kayser; Gabriel Arantes, Medeiros, Igor🟨 e China (Gleissinho); Geovane (Fernandinho), Ferrugem (Peninha) e Filipinho (Maycon Valeriano🟨); Felipe Clemente⚽, Matheus Falero (Mirandinha) e Roberto Pítio🟨 Técnico: Adelson de Almeida

– Publicidade –