Série D: Hernane marca dois e garante a vitória do Brasiliense —

junho 27, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

No Abadião, Brasiliense e Operário entraram em campo pela 11ª rodada da série D do Brasileirão. O time visitante não teve medo e conseguiu se impor durante todo o primeiro tempo, mas no segundo caiu de ritmo e, mesmo tentando, não conseguiu impedir a vitória do Brasiliense. O placar terminou em 2 a 1, com gols de Hernane e Nelsinho.

O primeiro tempo começou devagar e sem perigo, mas o Operário conseguiu espaço em campo, pressionou e marcou o promeiro gol da partida com um golaço de Nelsinho. Em pouco tempo, Hernane Brocador também marcou, de cabeça, um gol para o Brasiliense. No segundo tempo, o Brasiliense entrou em campo com uma postura diferente, mais intensa e sem medo de arriscar. O Chico da Fronteira mal viu a bola, não atacou e tomou o segundo gol, também do Brocador.

Saiba mais sobre as alterações para essa partida

Primeiro tempo

– Continua após a publicidade –

O jogo começou pouco movimentado e sem jogadas perigosas de ambos os lados. Porém, não demorou muito para o Operário começar a assustar o time mandante. Aos 9 minutos, Kaio arriscou de longe e quase conseguiu marcar o primeiro da partida, mas Edmar Sucuri estava atento e fez uma defesaça. Na reação, o Jacaré conseguiu um contra-ataque, mas na entrada da área a defesa adversária afastou a bola. Cinco minutos depois, o Operário teve mais uma chance com Kaio Cristian, que foi para a cobrança de falta, chutou bem e a bola atravessou a barreira e saiu pelo canto do gol.

O jogo foi começando a ficar mais organizado e os times encontravam bons espaços em campo para tentar balançar as redes. Mesmo sendo o time visitante, o time do Operário mostrou que estava com sede de vitória e não temeu o Jacaré, por isso o time mandante precisou ficar esperto. Aos 16, Tobinha quase marcou para o Brasiliense, mas não conseguiu. Um minuto depois, Luquinhas deu uma arrancada pela lateral, entregou para Hernane e o atacante foi travado na cara do gol e não concluiu a jogada.

Com 20 minutos de partida, Tarta foi para cobrança de falta, bateu bem e a bola parou na defesa.Foi aos 26 minutos que a rede balançou! Nelsinho fez um golaço para o Operário e abriu o placar no Abadião depois de uma vacilada do Badhuga na saída de bola. Aos 33, Nelsinho chegou mais uma vez e tentou o segundo do Chico da Fronteira, mas Badhuga chegou rápido para afastar.

Com 39, teve brocada do Hernane! De cabeça, o atacante marcou o gol do empate. Faltando pouco para o juiz apitar o final do primeiro tempo, cada um dos times ainda teve chance de balançar as redes. Aos 43, Kaio Kristian tentou a virada, mas a bola saiu pela linha de fundo e aos 48 Luquinhas perdeu uma grande chance de mudar o placar, porém a defesa adversária afastou a bola.

Fim do primeiro tempo: Brasiliense 1 x 1 Operário.

Jonas Pereira / Distrito do Esporte

Só deu Jacaré no segundo tempo

O segundo tempo começou bem mais agitado e com uma postura diferente do Jacaré. Em menos de cinco minutos, o time teve duas grandes chances de balanças redes: a primeira com Brocador, que não dominou bem e depois com Gedoz, na sua primeira partida com a camisa Jacaré, que chegou a ficar de cara com o gol e foi surpreendido pelo goleiro Ariel. Intenso, o Jacaré buscava o gol da virada. Aos 13, Daniel Alagoano recebeu e quase marcou. Menos de um minuto depois, Tarta também teve oportunidade e não conseguiu. Sete minutos depois, Tarta recebeu, chutou forte e não teve sucesso na jogada. Da mesma forma, Cabralzinho ficou com a bola no pé e assustou o goleiro Ariel, que defendeu e impediu o que seria o segundo gol do Brasiliense.

Aos 25, uma troca de passes do Brasiliense quase resultou em um golaço de Gedoz. Cabralzinho passou para Hernane e o atacante entregou para Gedoz, mas ele chutou forte e perdeu uma grande chance do Jacaré. Aos 30, Keynan recebeu a bola e tentou de cabeça, a bola foi direto na trave. Toda a pressão foi importante para o gol da virada chegar. Depois de quatro minutos, Hernane recebeu a bola e marcou o segundo pra o Jacaré! Com 50 minutos, Josuelton tentou o empate para o Operário, chegou perto e não conseguiu.

Com o resultado de 2 a 1, o Brasiliense continua na liderança do grupo E da série D, com 28 pontos.

O que vem por ai?

No próximo sábado (2), o Brasiliense entra em campo contra o Ação-MT, às 15h30, no estádio Defelê. Já o Operário recebe o Ceilândia no domingo (3), às 12h, no Estádio Governador José Fragelli. As duas partidas são válidas pela 12º rodada da Série D.

Ficha técnica

Brasiliense 2

Edmar Sucuri; Andrezinho, Badhuga, Keynan, Aloísio; Aldo (🟨/Cabralzinho), Tarta, Zotti; Tobinha (Gedoz), Luquinhas (Daniel Alagoano) e Hernane Brocador (Romarinho). Técnico: Celso Teixeira

Operário 1

Ariel; Marcelinho (Olivio), Michel, Izael Santos, Igor (João); Kaio Cristian, Hadriel (🟨), Nelsinho; Jesuelton, Kaio e Valter Junior (Giovanni). Técnico: Luciano Dias

– Publicidade –