Brasileirão: Flamengo vence Coritiba pela primeira vez em Brasília

Brasileirão: Flamengo vence Coritiba pela primeira vez em Brasília

julho 17, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

Por Michael Nunes e Rayssa Loreen

Com o público abaixo do esperando, o Flamengo venceu o Coritiba pela primeira vez em Brasília. O rubro-negro conseguiu se impor, pressionar e marcar dois gols ainda no primeiro tempo. Quem marcou para o time carioca foi o camisa 10, Diego Ribas, e Gustavo Henrique.

No primeiro tempo, os dois times estavam agitados, mas o Flamengo estava melhor em campo. A equipe conseguiu mais espaços em campo, mas não criou muito perigo nos minutos iniciais. O primeiro gol saiu aos 8 minutos, com Gustavo Henrique!

– Continua após a publicidade –

No segundo tempo, os dois times voltaram em um ritmo mais tranquilo, mas ainda com muitas movimentações. Mesmo assim, nenhum marcou. O Flamengo, assim como na primeira etapa, estava melhor e mais organizado. O Coritiba tentou, mas não conseguiu asssutar o time mandante.

Primeiro tempo

O Flamengo entrou em campo com time misto e conseguiu trabalhar bem a bola. Com menos de cinco minutos, Marinho ficou com a gorducha no pé, chutou forte e ela foi longe da meta. A posse de bola do time carioca era maior, porém o Coxa assustou a zaga rubro-negra aos 8 minutos em jogada pela esquerda.

Aos 13 minutos, o Flamengo abriu o placar em uma cobrança de escanteio. Pela esquerda Lázaro bateu bem e Gustavo Henrique subiu no 4 andar e testou firme no canto esquerdo do goleiro Muralha. Não demorou para o time rubro-negro balançar as redes mais uma vez. Em outra cobrança de escanteio, Marinho fez um bom cruzamento, Pedro desviou e Diego Ribas chutou direto no gol.

Jessika Lineker / Distrito do Esporte

O Coritiba sentiu o segundo gol e pareceu desorganizado, deixando o Flamengo trabalhar com facilidade dentro de campo. O time rubro-negro rodava bem a bola, Marinho estava livre, leve e solto em campo, em jogada pela direita, ele mostrou habilidade e quase fez um bonito gol, mas a jogada não foi bem concluída. Lázaro quase marcou o terceiro aos 33 minutos. O jogador recebeu a bola de João Gomes, tentou fazer o lançamento para Pedro, mas Muralha ficou com a bola.

O primeiro tempo foi chegando ao fim e a partida ficou morna, mas a torcida do Flamengo estava animada, cantando alto com direito as lanternas dos celulares ligadas. Aos 40 minutos o Coxa teve uma chance de perigo, mas o goleiro Santos defendeu sem perigo. O primeiro tempo chegou ao fim com o Flamengo vencendo.

Segundo tempo

A segunda etapa começou menos agitada, porém ainda com as duas equipes se movimentando bastante. Com menos de um minuto, Ayrton Lucas invandiu a pequena área. Pouco tempo depois, Marinho cruzou e a bola parou no Pedro, mas Muralha consegiu defender. Com oito minutos, Lázaro teve a chance de ampliar o placar, mas foi travado. Na sequência, Pedro quase marcou mais um, mas Muralha foi rápido e defendeu.

Com 12 minutos, Marinho ficou livre e bateu rasteiro, mas a bola saiu pelo lado direito do gol. Aos 22, Vitinho entrou fraco e a bola ficou nas mãos de Muralha. Um minhto depois, ele ficou de frente pro gol e perdeu um gol inacreditável. Com 27 minutos, Thonny Anderson chegou na ponta direita, mas ficou sem ângulo e a bola saiu. Dez minutos depois, Arrascaeta foi para a cobrança de falta, chutou forte e isolou a bola.

Com a partida se encaminhando para o fim, o Coritiba tentou diminuir a diferença no placar mais uma vez. Aos 43, Alef Manga recebeu na intermediária pela direita e chegou na entrada da grande área, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Próxima rodada

O Flamengo vem ao Mané Garrincha mais uma vez para a 18º rodada do Campeonato Brasileiro. Na próxima quarta-feira (20/7), o time entra em campo contra o Juventude, às 20h30. Já o Coritiba enfrenta o Coritiba, às 21h30, na NeoQuímica Arena.

Flamengo

Santos; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Pablo, Ayrton Lucas; João Gomes (Everton Ribeiro), Diego, Victor Hugo; Lazaro; Pedro e Marinho.

Técnico: Dorival Junior

Coritiba 

Muralha; Alexandre, Guilhermo, Castan, Egídio; Galarza, Farias; Igor  Paixão, Martinez, Val; Gamalho.

Técnico: Gustavo Morínigo

– Publicidade –