Em ritmo de festa e estreia de Cebolinha, Flamengo amassa o Juventude

julho 21, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

Por Lucas Espíndola e Maurício Carvalho

Na estreia de Cebolinha, o Flamengo não decepcionou o torcedor brasiliense presente no Estádio Nacional Mané Garrincha. Em duelo válido pela penúltima rodada do primeiro turno da Série A do Campeonato Brasileiro, foram necessários menos de 20 minutos para a vitória ser encaminhada. Além do prejuízo no placar, o Juventude atuou mais da metade da partida com um homem a menos e a derrota por 4 a 0 foi inevitável.

O rubro-negro carioca precisou de apenas 17 minutos para liquidar a fatura. Com três gols de cabeça, o Flamengo se aproveitou da fragilidade defensiva do Juventude e ainda contou com a expulsão de Jadson, após imbróglio com Gabigol. Na etapa final, Cebolinha entrou e a torcida se animou mais ainda. Porém, com o placar resolvido, o Flamengo diminuiu o ritmo. No fim Lázaro ampliou a vantagem e fechou a conta: 4 a 0.

Com a cabeça no lugar

Everton Ribeiro comemorando o terceiro gol – Jonas Pereira/Distrito do Esporte – Continua após a publicidade –

O Flamengo mostrou nos minutos iniciais o motivo de brigar pela parte de cima da tabela e estar vivo na Copa do Brasil e Libertadores. Desde o primeiro minuto, o clube pressionava o Juventude, com e sem a bola. Logo aos cinco minutos o rubro-negro abriu o placar. Arrascaeta cruzou pelo lado direito do campo de ataque, Pedro subiu alto e cabeceou firme para o gol, 1 a 0. Aos 10′, quase o segundo. Gabi fez boa jogada e cruzou na área, Arrascaeta tentou de cabeça, a pelota foi no canto, mas César defendeu.

Aos 10′, o Juventude teve sua primeira finalização. Depois da redonda ser alçada na área, Ricardo Bueno cabeceou firme, Santos teve que se esticar todo para praticar a defesa. O Flamengo estava com sede de gol e continuava atacando. Aos 12′, Everton Ribeiro fez ótima jogada e cruzou na cabeça de Pedro, a bola morreu no ângulo de César, 2 a 0. Cinco minutos depois, o terceiro. Gabi mais uma vez fez o cruzamento, desta vez no cucuruco de Everton Ribeiro. O camisa número sete escorou para o gol, sem chances para César, 3 a 0.

Aos 28′, o Juventude tentou novamente chegar com perigo ao gol do Flamengo. Depois de cruzamento vindo pelo lado esquerdo, Ricardo Bueno cabeceou para a meta de Santos, o goleiro fez a defesa e, na sobra, colidiu com outro atleta do time verde e branco. Aos 34′, Everton Ribeiro quase fez um gol de cobertura, mas César espalmou para fora. Perto do final da primeira etapa, Jadson, do Juventude, foi expulso, após falta em Gabi. Aos 41′, Arrascaeta cobrou falta e David Luiz raspou na bola, a pelota tirou tinta da trave.

Três minutos mais tarde, foi a vez de Thiago Maia testar o goleiro do Juventude. O volante arriscou da intermediária. César, com tranquilidade, encaixou. Com um a menos, o Papo não conseguia criar boas chances de gol. O Flamengo ainda tentou marcar o quarto ainda primeira etapa, mas não houve tempo hábil. Aos 47′, o árbitro Paulo Cesar Zanovelli da Silva deu números finais ao primeiro tempo.

— Fique por dentro Estreia de Everton Cebolinha pelo Flamengo será em Brasília  Cruzeiro receberá a Chapecoense no Mané Garrincha, em Brasília, em agosto  Segundinha: Mais um clube define seu estádio na competição  Samambaia anuncia treinador com passagens por Brasília e Sobradinho 

Estreia de Cebolinha pelo Flamengo

Jonas Pereira/Distrito do Esporte

Com Cebolinha no lugar de Pedro, o Flamengo voltou do intervalo com a mesma intensidade da etapa anterior. Em seu primeiro lance, Everton cruzou rasteiro e César interviu. Mesmo com um a menos, o clube gaúcho pareceu mais disposto a ir ao ataque e assustou em finalização de Yuri. Santos apenas acompanhou. Aos oito minutos, Gabigol aproveitou a sobra e chutou da entrada da área. Caído, o arqueiro do Juventude apenas acompanhou a bola sair pela linha de fundo.

Aos 16, com o barulho da torcida de fundo, Rodinei pedalou e tabelou com Arrascaeta, mas finalizou fraco, facilitando a defesa do arqueiro alviverde. Cinco minutos depois, Gabigol achou Vitinho livre na área. O atacante isolou, porém, a arbitragem assinalou impedimento. Metade da torcida apoiava enquanto uma parte ensaiava uma vaia ao camisa 11 flamenguista. Aos 28, em boa trama pela esquerda, Cebolinha acionou Everton Ribeiro. O quarto tento não saiu, graças a grande defesa de César.

Com o placar resolvido, o Flamengo diminuiu o ritmo. Aos 38, a equipe carioca voltou a incomodar. Matheus França puxou contra-ataque, Cebolinha chutou e a zaga tirou em cima da linha. No lance seguinte, a estreia de Cebolinha pelo Flamengo foi coroada com uma assistência para o quarto gol, marcado por Lázaro. O Juventude respondeu em arremate de média distância de Guilherme Parede. A pelota tirou tinta da trave. No fim, Guilherme Parede driblou Santos, mas chutou fraco. David Luiz afastou o perigo e a goleada por 4 a 0 foi decretada.

O que vem por aí

Na rodada que vem, o Flamengo viaja até Florianópolis para enfrentar o Avaí, no Estádio da Ressacada. O confronto será no domingo (24/07), às 11h da manhã. O Juventude também entra em campo no domingo, em casa, no Estádio Alfredo Jaconi. O clube gaúcho duelará contra o Ceará, às 16h. As duas partidas serão válidas pela 19ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.

Flamengo 4 Escalação: Santos; Rodinei, David Luiz, Léo Pereira🟨 e Filipe Luis; João Gomes (Vitinho), Thiago Maia e Everton Ribeiro ⚽ (Matheus França); Arrascaeta (Victor Hugo), Gabi 🟨 (Lázaro⚽) e Pedro ⚽⚽ (Cebolinha). Técnico: Dorival Junior

Juventude 0 Escalação: César; R. Soares, Thalisson, Forster e Moraes Junior; Yuri (Jean Irmer), Jadson 🟥, P. Henrique (Guilherme Parede) e Edinho (Capixaba); Marlon (Elton) e R. Bueno 🟨 (Isidro Pitta). Técnico: Umberto Louzer

– Publicidade –