Brasiliense perde por 3 a 1 para o Nova Venécia-ES e se complica na Série D

julho 24, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

Ficou barato! O Brasiliense perde para o Nova Venécia-ES por 3 a 1 após fazer partida pobre e sem inspiração. Jacaré ainda foi salvo no final do jogo por Edmar Sucuri, que fez dois milagres e manteve o time candango com alguma esperança de classificação para as oitavas de final da Série D. No embalo do artilheiro Patrick, o time capixaba aplicou 3 a 1 na equipe de Celso Teixeira, que agora precisa vencer em Brasília por dois gols de diferença para, pelo menos, levar a decisão para as penalidades máximas.

Primeira etapa

Logo aos três minutos de jogo o Brasiliense tentou assustar. Aloísio fez cruzamento venenoso pelo lado esquerdo e a zaga do Nova Venécia quase fez contra. A resposta capixaba foi rápida e fulminante. Aos cinco, Dodô entrou aos dribles na área e chutou para boa defesa de Sucuri. Mas na marca dos sete minutos o goleiro do Jacaré nada pode fazer. Patrick, o artilheiro do Nova Venécia-ES em 2022, recebeu de costas para zaga, girou com facilidade e acertou o ângulo de Sucuri. 1 a 0.

O jogo até o momento era elétrico. Aos 12` veio o empate do Brasiliense. Zotti ergueu bola na área e depois de um bate e rebate na área, Wallace fuzilou e estufou as redes do goleiro Paulo Henrique. 1 a 1 com menos de 15 minutos de bola rolando. O Nova Venécia-ES não sentiu o golpe e seguiu atacando. Aos 16`minutos, depois de Tarta sair jogando errado, Dodô roubou a bola e bateu firme, mas para a sorte do Jacaré e de Sucuri, a bola se perdeu em linha de fundo. 

– Continua após a publicidade –

Mas só aos 25` o time capixaba foi recompensado. Arthur finalizou e Sucuri não conseguiu segurar o rebote, para azar do Jacaré, a bola caiu no pé do artilheiro Patrick, que só completou para o gol. 2 a 1 e Nova Venécia-ES de novo na frente do placar. Os minutos seguintes foram de pressão dos capixabas e “Deus nos acuda” por parte do Brasiliense. Com uma marcação frouxa e descompactada, o Nova Venécia-ES fazia a festa no meio-campo.

Aos 36` o jacaré acordou. Andrezinho conseguiu boa trama pelo lado direito e cruzou na cabeça de Aldo que finalizou para excelente defesa de Paulo Henrique. No rebote, Marcão ainda tentou marcar, mas o auxiliar já havia subido a bandeira e marcado o impedimento do camisa 9 do Brasiliense. No último lance do primeiro tempo quase o empate do Jacaré. Zotti cobrou escanteio com perfeição e Keynan testou firme no cantinho do goleiro Paulo Henrique, que se esticou todo para defender. Final da primeira etapa: 2 a 1 para os donos da casa.

Segunda etapa

A primeira chance do segundo tempo foi do Nova Venécia-ES. Aos três minutos, em levantamento na área, Arthur apareceu livre e, de cabeça, carimbou o travessão do Brasiliense. Os capixabas seguiram na pressão. Aos sete, Arthur achou Patrick livre no costado da zaga do Jacaré, ele conduziu e bateu prensado, mesmo assim, Sucuri teve que fazer uma bela defesa para salvar o time candango. 

O jogo no segundo tempo ficou morno. O Brasiliense não conseguia chegar com qualidade ao ataque e o Nova Venécia-ES se preocupou mais em bloquear essas tentativas do que buscar matar o jogo. Celso Teixeira colocou Matheus Barboza, Daniel Alagoano e Felipe Gedoz para dar mais velocidade ao ataque. Sem sucesso.

Na marca dos 35` minutos da segunda etapa, Andrezinho foi cortar uma bola na defesa e espanou para trás, Caio Monteiro aproveitou a sobra livre na pequena área e só deslocou Edmar Sucuri. 3 a 1 Nova Venécia-ES. Depois do terceiro gol, Celso Teixeira lançou Bernardo e Cabralzinho, mas a equipe candanga só conseguiu chegar no abafa da bola parada. Nos acréscimos, Edmar Sucuri ainda salvou o Brasiliense. Caio Monteiro fez boa jogada pela direita e cruzou na área, mas o atacante da equipe capixaba dentro da pequena área chutou em cima de Sucuri. Final: Brasiliense perde para o Nova Venécia-ES por 3 a 1.

Foto: David Lentes/Metrópoles.com

O que vem por aí?

No próximo domingo (31/07) o Brasiliense recebe o Nova Venécia-ES, em Brasília, no estádio Abadião, às 15h30, no horário de Brasília. Para se classificar, o Brasiliense precisa vencer por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis. Se quiser evitar a emoção, o Jacaré precisa golear a equipe capixaba no tempo normal. 

 

FICHA TÉCNICA

NOVA VENÉCIA-ES 3 X 1 BRASILIENSE

ESTÁDIO ZENOR PEDROSA ROCHA – NOVA VENÉCIA – ESPÍRITO SANTO

SEGUNDA FASE CAMPEONATO BRASILEIRO – SÉRIE D

 

Arbitragem: 

Árbitro: Marcos Mateus Pereira/MS

Assistente 1: Marcos dos Santos Brito/MS

Assistente 2: Ruy Cesar Lavarda Ferreira/MS

4° árbitro: Davi de Oliveira Lacerda/ES

Nova Venécia: Paulo Henrique; Jairo, Max, Rhamon Mexicano, Maicon; Matheus Lira, Emerson Martins, Diego Souza (Odilávio) e Dodô (Andrei); Arthur (Caio Monteiro) e Patrick (Junior Ramos).

Brasiliense: Sucuri; Andrezinho, Badhuga, Keynan e Aloísio; Aldo, Wallace (Bernardo), Tarta (Daniel Alagoano) e Zotti (Felipe Gedoz); Marcão (Matheus Barboza) e Tobinha (Cabralzinho).

Cartões Amarelos: Andrezinho e Daniel Alagoano (BSE); Emerson Martins e Matheus Lira (NVE)

Gols: Patrick (7´1°T e 25´1° T) e Caio Monteiro (35´2°T) (NVE); Wallace (12´1°T) (BSE)

– Publicidade –