Gato Preto vencedor: com golaço, Ceilândia é campeão do Candanguinho Sub20

julho 31, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

Já classificados para a próxima Copa São Paulo de Futebol Júnior, Ceilândia e Gama disputaram o título do Candanguinho Sub20 na manhã deste sábado (30/7) no estádio Mané Garrincha. Após passarem por Planaltina e Taguatinga, respectivamente, os finalistas fizeram uma partida movimentada, com boas chances para os dois lados. Porém, o Ceilândia mostrou efetividade e marcou um belo gol com Lila ainda no primeiro tempo. Com o placar mínimo, o Gato Preto garantiu o terceiro título de sua história.

Desde o início do jogo atacando, o Ceilândia foi melhor que o Gama. Com a trinca de atacantes, o Gato Preto criou diversas oportunidades de abrir o placar, mas somente aos 35′ conseguiu balançar a rede de Lucas Musse. Lila chutou colocado e marcou um lindo gol na primeira etapa. O segundo tempo contou com as duas equipes no ataque durante os 45 minutos, mas os goleiros não deixaram as suas redes serem balançadas e o Ceilândia comemorou o título.

Lila marca um golaço e dá vitória parcial ao Ceilândia

No primeiro ataque, aos 4′, Lyncon avançou pela esquerda, rolou para o meio da área e Caetano bateu de chapa, mas Lucas Musse defende com o pé. Cinco minutos depois, Pablo infiltrou na esquerda, chutou rasteiro e Lucas Musse interviu novamente. Aos 11′, a zaga do Ceilândia falhou e a bola sobrou para Pedro. O atacante gamense chutou forte, mas no meio do gol e Gabriel defendeu. No minuto seguinte, Diego Xavier arriscou de fora da área e tirou tinta do travessão.

– Continua após a publicidade –

Aos 28′, escanteio para o Ceilândia e na batida, o goleiro Lucas Musse sai mal, Izarron cabeceia e Carlos tira em cima da linha. Com 35′, Lila recebeu na esquerda de ataque, cortou o zagueiro e bateu com muita categoria no ângulo de Lucas Musse, marcando um belíssimo gol no estádio Mané Garrincha. Quatro minutos depois, Gabriel bateu de fora da área no ângulo e Lucas Musse fez incrível defesa. Aos 40′, Lila cobrou escanteio fechado e por pouco não marcou um gol olímpico.

Foto: Jéssika Lineker/Distrito do Esporte

Gabriel garante título do Gato Preto

Com início sem finalizações, o primeiro ataque aconteceu somente aos 11′. Após investida na direita do ataque gamense, Pedro Costa aproveitou o cruzamento, bateu forte e Gabriel fez um milagre. Aos 18′, Mateus bateu falta no meio do gol e Gabriel defendeu com facilidade. No minuto seguinte, Lila passou por três jogadores e bateu no canto, mas Lucas Musse conseguiu encaixar o chute. Aos 22′, o Ceilândia assustou. Gabriel Dourado arriscou de longe e tirou tinta da trave esquerda de Lucas Musse.

Aos 33′, Mateus chutou de muito longe e Gabriel faz outra belíssima defesa, impedindo o Gama de empatar o confronto. Três minutos depois, Alex cruzou na área, Lucas Diniz tentou marcar de letra e a zaga alvinegra afastou. A bola sobrou no pé de Pedro Rocha que soltou uma bomba e acertou a rede pelo lado de fora. Aos 43′, Lucas Diniz chutou cruzado, mas a bola saiu fraca e Gabriel segurou com facilidade.

C3ilândia é campeão!

Pela terceira vez em sua história, o Gato Preto conquistou o Candanguinho Sub20. Essa é a segunda taça nos últimos cinco anos. O primeiro troféu foi levantado em 1987 e depois somente em 2018 que a equipe alvinegra sentiu a felicidade de ser campeão. Com a conquista, o Ceilândia entra no grupo dos cinco maiores campeões da categoria com o Gama como o maior (11 títulos), seguido de Brasília (9), Brasiliense (7), Guará (4) e Taguatinha (3).

Foto: Jonas Pereira/Distrito do Esporte

Ceilândia 1 Gabriel; Caetano, Izarron, Pedro e Lyncon; Planta (Tavares), Gabriel Dourado e Lila ⚽; Erick (Rubens), Pablo (Guilherme) e Charles (GG). Técnico: Léo Roquete

Gama 0 Lucas Musse; Alex, Carlos, Thiago (Kael) e Nathan; Vitinho, Mateus Baleeiro (Mateus), Diego Xavier (Matheus) e Walmir José (Pedro Costa 🟨); Rodrigo (Lucas Diniz) e Pedro Rocha. Técnico: Fábio Frubal

– Publicidade –