Liga das Nações de vôlei: conheça as Seleções que estarão em Brasília

junho 14, 2022 0 Por Admin

/* inline tdc_css att */ .tdi_17{ text-align:left !important; position:relative; } /* custom css */ .tdb_single_content{ margin-bottom: 0; *zoom: 1; }.tdb_single_content:before, .tdb_single_content:after{ display: table; content: ”; line-height: 0; }.tdb_single_content:after{ clear: both; }.tdb_single_content .tdb-block-inner > *:not(.wp-block-quote):not(.alignwide):not(.alignfull.wp-block-cover.has-parallax):not(.td-a-ad){ margin-left: auto; margin-right: auto; }.tdb_single_content a{ pointer-events: auto; }.tdb_single_content .td-spot-id-top_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Top Ad’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad0 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 1’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad1 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 2’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-inline_ad2 .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Inline Ad 3’ !important; }.tdb_single_content .td-spot-id-bottom_ad .tdc-placeholder-title:before{ content: ‘Article Bottom Ad’ !important; }.tdb_single_content .id_top_ad, .tdb_single_content .id_bottom_ad{ clear: both; margin-bottom: 21px; text-align: center; }.tdb_single_content .id_top_ad img, .tdb_single_content .id_bottom_ad img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_top_ad .adsbygoogle, .tdb_single_content .id_bottom_ad .adsbygoogle{ position: relative; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ margin-bottom: 15px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right img, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-bottom: 0; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center{ text-align: center; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center img{ margin-right: auto; margin-left: auto; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left{ float: left; margin-top: 9px; margin-right: 21px; }.tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right{ float: right; margin-top: 6px; margin-left: 21px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title{ width: 300px; height: 250px; }.tdb_single_content .tdc-a-ad .tdc-placeholder-title:before{ position: absolute; top: 50%; -webkit-transform: translateY(-50%); transform: translateY(-50%); margin: auto; display: table; width: 100%; }.tdb_single_content .tdb-block-inner.td-fix-index{ word-break: break-word; }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right, .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-center { margin: 0 auto 26px auto; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-left { margin-right: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .id_ad_content-horiz-right { margin-left: 0; } }@media (max-width: 767px) { .tdb_single_content .td-a-ad { float: none; text-align: center; } .tdb_single_content .td-a-ad img { margin-right: auto; margin-left: auto; } .tdb_single_content .tdc-a-ad { float: none; } }@media print { .single .td-header-template-wrap, .single .td-footer-template-wrap, .single .td_block_wrap:not(.tdb_breadcrumbs):not(.tdb_single_categories):not(.tdb-single-title):not(.tdb_single_author):not(.tdb_single_date ):not(.tdb_single_comments_count ):not(.tdb_single_post_views):not(.tdb_single_featured_image):not(.tdb_single_content) { display: none; } .single.td-animation-stack-type0 .post img { opacity: 1 !important; } } .tdi_17_rand_style > .td-element-style-before { content:” !important; width:100% !important; height:100% !important; position:absolute !important; top:0 !important; left:0 !important; display:block !important; z-index:0 !important; background-position:left top !important; background-size:cover !important; } – Continua após a publicidade –

A Arena BRB Nilson Nelson terá mais uma semana repleta de esporte e emoções. Afinal de contas, entre os dias 14 e 19 de junho, oito Seleções femininas de vôlei entrarão em quadra. Além do Brasil, Turquia, Holanda, Alemanha, Sérvia, Itália, República Dominicana e Coréia do Sul, estarão presentes na segunda etapa da Liga das Nações, que será disputada em solo brasiliense.

Bélgica, Bulgária, Canadá, China, Estados Unidos, Japão, Polônia e Tailândia, estarão do outro lado do mundo, na Cidade de Quezon, em Filipinas, disputando a segunda etapa, simultaneamente. Vitórias por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 valem três pontos. Caso a partida vá para o tie-break, o time que vencer leva dois pontos e o perdedor fatura um. Atualmente o Brasil ocupa o sétimo lugar. Ao final de 12 jogos realizados em três etapas, às oito melhores viajam até Ancara, na Turquia, para a disputa da fase final.

Tabela da Liga das Nações de vôlei feminino — Imagens/SofaScore

Brasil

Medalhista de prata em Tóquio, a Seleção feminina de vôlei do Brasil, assim como no masculino, passa por um processo de reformulação. Contudo, o responsável por essa transição é o experiente José Roberto Guimarães. Na primeira etapa da Liga das Nações, em Los Angeles, foram quatro jogos. O Brasil venceu três (Alemanha, Polônia e República Dominicana) e perdeu um, justamente para as anfitriãs: 3 a 0 Estados Unidos. Em Brasília, as novidades serão a volta de Gabi e Rosamaria, importantes nomes do atual elenco.

– Continua após a publicidade –

Jogadoras relacionadas para os duelos no Nilson Nelson:

Levantadoras Macris e Roberta

Opostas Kisy e Rosamaria

Pontas Gabi, Julia Bergmann, Pri Daroit e Ana Cristina

Centrais Carol, Diana, Lorena e Júlia Kudiess

Líberas Natinha e Nyeme

Seleção Brasileira treinando — Wander Roberto/CBV

Leia mais sobre a Liga das NaçõesCadeira Premium: CBV inicia venda de ingressos VIP da Liga das NaçõesSuperior, China vence o Brasil pela primeira vez na Liga das NaçõesLiga das Nações de Vôlei Feminino desembarca no Distrito Federal – Pipe, china, inversão 5×1, bola de xeque: conheça as expressões do vôlei

Turquia

A primeira Seleção a enfrentar o Brasil na capital, teve o mesmo desempenho no torneio até aqui. A Turquia jogou a primeira etapa em casa. Venceu Itália, Bulgária e Bélgica, mas perdeu para a China, equipe que as Turcas haviam deixado para trás na fase de grupos das Olimpíadas, no ano passado. Caso esteja entre às oito melhores ao final da primeira fase, a Turquia volta para casa, em Ancara, para brigar pelo título. É bom ficar de olho na jovem oposta Ebrar Karakurt (22 anos), principal pontuadora do time turco.

Holanda

As holandesas abrem a semana da Liga das Nações em Brasília nesta terça (14/6). Semifinalistas no campeonato europeu realizado no final de 2021, a equipe europeia ainda não sentiu o sabor da vitória em 2022. Em Brasília, a Holanda buscará a recuperação diante de Alemanha, Brasil, República Dominicana e Coréia do Sul. A ponteira Anne Buijs, vice campeã da Superliga pelo Dentil/Praia Clube, está entre as atletas relacionadas para a competição.

Alemanha

A Alemanha ganhou ao menos um set em todos os quatro jogos que disputou até aqui na Nations League, muito em razão de sua levantadora, Corina, sendo de suma importância para que o bom ataque alemão pontue. A estreia na capital federal é justamente contra a Holanda, seu algoz na fase de mata-mata do último campeonato europeu.

Sérvia

Outro reencontro do campeonato europeu acontece nesta terça. Sérvia e Itália decidiram a taça, que terminou na mão das “bambinas”. A Seleção do leste europeu também encara o Brasil durante sua estadia em território canarinho. Com 1,90 m, a experiente capitã Bjelica é um das principais atacantes do alto time sérvio. Outro destaque é a central Maja, segunda melhor bloqueadora do torneio (atrás apenas da central brasileira Carol).

Itália

A atual campeã europeia e tradicional Itália, perdeu duas partidas na primeira etapa em Los Angeles e, atualmente, está fora da zona de classificação para a próxima fase. A jovem oposta Nwakalor, de apenas 22 anos, já marcou 80 pontos na atual edição e é a principal esperança de recolocar a Azzurra no topo novamente.

República Dominicana

A representante da América Central sabe da dificuldade em garantir um lugar entre às oito melhores dessa primeira fase, contudo, a boa campanha em Tóquio, serve de incentivo para as dominicanas tentarem a volta por cima, visto que até agora não conseguiram pontuar. A atacante Peña Isabel é a principal esperança de bola no chão da quadra adversária.

Coréia do Sul

Conhecidas pelo ótimo sistema defensivo, as Coreanas ainda não ganharam um set se quer em quatro jogos. Mesmo contando com a segunda melhor sacadora do certame, Lee Seonwoo, a Coréia do Sul é a lanterninha dentre as 16 Seleções e precisa de uma campanha de recuperação impecável, semelhante ao feito conquistado nas últimas Olimpíadas, quando chegou ao quarto lugar.

Agenda da Liga das Nações em Brasília

Terça-feira (14/6) 18h Holanda x Alemanha 21h Sérvia x Itália

Quarta-feira (15/6) 18h República Dominicana x Coréia do Sul 21h Brasil x Turquia

Quinta-feira (16/6) 15h Sérvia x Coréia do Sul 18h Itália x República Dominicana 21h Holanda Brasil

Sexta-feira (17/6) 15h Alemanha x Itália 18h Sérvia x Turquia 21h Holanda x República Dominicana

Sábado (18/6) 15h Brasil x Itália 18h Alemanha x Turquia 21h Holanda x Coréia do Sul

Domingo (19/6) 10h Brasil x Sérvia 13h Alemanha x República Dominicana 16h Turquia x Coréia do Sul

– Publicidade –